Por que devo contar com a consultoria jurídica para o sucesso do meu negócio?

Por que devo contar com a consultoria jurídica para o sucesso do meu negócio?

Afinal, minha empresa precisa de uma consultoria jurídica? Poucos empresários fazem essa pergunta ao dar início no seu negócio. Quando se pensa em contratar um advogado na maioria das vezes é quando nos deparamos com um problema grave no qual não é mais possível adiar ou fugir precisando ser resolvido o mais rápido possível.

A verdade é que o dia-a-dia de um empresário, principalmente de pequenos e médios, se transforma em uma verdadeira maratona, muitos acumulam diversas funções, e inevitavelmente adiam a contratação de uma consultoria jurídica por falta de tempo, por acreditar que esse é um custo e não um investimento, por não se darem conta de como isso é vital para o crescimento saudável do seu negócio.

Resultado? Acabam perdendo dezenas, em alguns casos, milhares de reais simplesmente por não se precaverem com medidas simples que poderiam ter evitado uma série de problemas, e o pior, que geram uma grande perda financeira e um gigantesco problema emocional.

Segundo dados da JUCEPAR (Junta Comercial do Paraná) no ano de 2018 foram 98 empresas que declararam falência e 76 empresas estão em recuperação judicial. No primeiro semestre de 2019 já são 60 empresas falidas e 75 empresas em recuperação judicial. Esses números apenas no estado do Paraná.

É claro que inúmeros podem ser os fatores que levam a situações tão extremas, dentre eles, a crise econômica, ruptura contratual, aumento de passivos e assim por diante. Contudo, certamente muitas crises podem ser superadas com planejamento e investimento na previsão e eliminação de riscos.

Mas exatamente qual seria o papel do advogado para a minha empresa?

Foi-se o tempo em que o advogado se envolvia apenas com questões exclusivamente judiciais dentro de uma empresa. Hoje, o seu papel, para que seja de fato efetivo, deve ir bem além disso. Atualmente, o advogado se envolve de forma global nos assuntos relacionados aos interesses da empresa, para que assim, os direitos desta sejam realmente assegurados e não só depois que o problema se instala. Diante disso, o papel do advogado consiste em agir de forma preventiva, ou seja, otimizar a rotina do empresário da seguinte forma:

Redução nas perdas financeiras

Um dos principais diferenciais para pequenas e médias empresas é que com as medidas preventivas tomadas, os resultados acabam sendo demonstrados através de números, seja com a redução de demandas judiciais, efetividade nas cobranças, revisões e renegociações de contratos e muitas outras tarefas exercidas por profissionais especializados.

Além do mais, em eventual ação judicial, a empresa pode contar com o suporte jurídico necessário para a defesa dos seus interesses bem como com a interposição das ações necessárias para o fim de garantir os seus direitos e ressarcimentos que lhe sejam devidos sem que novos custos com honorários advocatícios sejam impostos à empresa.

Afinal, qual empresa não anseia por um setor jurídico eficiente a disposição para estar na linha de frente guerreando por seus interesses?

Controle de custos

A grande maioria dos empresários que iniciam o seu negócio não veem necessidade de contratar uma consultoria jurídica por pensar que demandaria um alto custo.

No entanto, a contratação de uma consultoria jurídica mensal torna-se menos custosa para a empresa do que contratos periódicos com advogados apenas quando surge a necessidade de sua atuação pois, o empresário não contará com um advogado apenas quando surge a necessidade de defesa em um processo judicial, o que acaba demandando um alto custo já que o valor dos serviços nesse segundo caso é calculado de acordo com a tabela da Ordem dos Advogados do Brasil, fixado em percentual sobre o valor total da causa, ao contrário do valor da consultoria, que é fixo.

Proteção Patrimonial da Empresa

Da mesma forma, a consultoria consegue elaborar planos e emitir pareceres que protegem o patrimônio da Empresa. Menos gastos, menos custos, mais investimento e consequentemente mais crescimento.

Melhor organização Empresarial

Com menos questões a se preocupar e com maior segurança no desenvolvimento nos negócios a empresa irá ter o suporte jurídico necessário que irá identificar possíveis problemas que possam ocorrer, levando em conta não só a legislação, mas também decisões de tribunais.

Como se vê, a empresa que deseja focar no crescimento constante, seguro e saudável, a contratação de uma consultoria jurídica se torna essencial para minimizar custos e garantir a segurança do seu negócio.

Dessa forma, o empresário conseguirá um foco maior aos objetivos da empresa, o que certamente refletirá no aumento da produtividade e, por conseguinte, numa maior lucratividade.

Por Lucianne Bernardino Cardoso – Advogada especialista em Direito Civil e Empresarial e sócia da IBC Advocacia.
luciannecardoso@ibcadvocacia.com.br

Fechar
WhatsApp chat